01/06/17 | 11:39
Movimento Maio Amarelo encerra com orientação sobre trânsito seguro na zona Leste

diretor presidente do Manaustrans, Franklin Pinto.

Agentes e educadores do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) realizaram, na noite desta quarta-feira, 31/5, a conscientização e orientação de condutores, pedestres e ciclistas na Alameda Cosme Ferreira, bairro Coroado, zona Leste. A iniciativa encerrou a programação do movimento “Maio Amarelo 2017”, da Prefeitura de Manaus, que promoveu aproximadamente 170 ações na cidade com foco no trânsito seguro.

 

“O Manaustrans mantém atividades  diárias para promover o trânsito seguro em toda a cidade. O lema do movimento ‘Maio

Ciclista mostrando a distância que se deve manter da bicicleta.

Amarelo, Minha escolha faz a diferença’ evidenciou a necessidade de que atitudes de obediência às leis de trânsito, o respeito aos pedestres e ciclistas e a prevenção de acidentes devem ser constantes”, destacou o diretor-presidente do Manaustrans, Franklin Pinto.

 

As atividades foram realizadas pelos setores de educação, engenharia e operação e direcionadas para públicos como motociclistas, ciclistas, pedestres, motoristas, comerciantes, comunidades e à sociedade em geral.

 

Durante a ação de encerramento do Maio Amarelo, mais de 50 ciclistas participaram de um passeio com a orientação dos agentes do Manaustrans.

 

Passeio ciclístico.

Para o ciclista Paulo Aguiar, que também é um dos coordenadores do grupo Pedala Manaus, o Maio Amarelo não pode ser apenas como uma iniciativa do poder público, mas de todos que usam a via. ”Temos que compartilhar a via. Precisamos tornar esse trânsito mais humano e todos devem fazer um pouco mais”, destacou Aguiar.

 

No local da ação os educadores distribuíram material com informações sobre os cuidados que devem ser adotados para preservar vidas e promover o trânsito seguro. Condutores e pedestres receberam orientações sobre a importância da atenção na travessia de ruas ou caminhadas na calçadas, além do compartilhamento de vias com os ciclistas.

 

Para o industriário Alex Pantoja, 28, as orientações dos educadores surtiram efeito. “Sou condutor e sei a necessidade de dirigir com segurança. O

Dir. de operações do Manaustrans, Raimundo Encarnação, orientando os condutores.

trânsito é feito por nós e precisamos mantê-lo seguro”, comentou.

 

O trabalho tem surtido efeito: o mês de maio deste ano apresentou uma redução de 26% no número de vítimas fatais no trânsito de Manaus, em

comparação com o mesmo período de 2014, época em que a Prefeitura de Manaus não participava do movimento Maio Amarelo.

 

 

 

 

 

Fotos: Marinho Ramos/Semcom